quinta-feira , 4 de março de 2021

Delmasso Defende A Vacinação Voluntária, e Ressalta Que A Imunização É A Maior Arma Contra O Vírus

Houve a votação para a presidência da Comissão Especial que acompanhará o andamento do Plano de Vacinação do DF. Na primeira reunião do colegiado ficou definido a presidência com o deputado Fábio Felix (PSOL), Delmasso (Republicanos) como relator e Jorge Vianna (Podemos) como vice-presidente. Iolando Almeida (PSC) e João Cardoso (Avante) também são titulares da Comissão.

A Comissão tem o objetivo de fiscalizar e unir esforços ao Comitê Gestor da Sala de Situação do GDF que agora trabalha no plano de gestão e logística para a vacinação da população do DF. Anunciado no último dia 6 de janeiro, o Plano de Vacinação Distrital prevê, em sua primeira etapa, a imunização de 600mil habitantes. Produzido pelas subsecretarias de Vigilância à Saúde (SVS) e Atenção Integral à Saúde (Sais), o Plano Estratégico e Operacional da Vacinação contra a Covid-19 no Distrito Federal está finalizado e alinhado com o Plano Nacional de Imunização do Ministério da Saúde (MS).

Vacinação voluntária

Delmasso defende a vacinação voluntária, embora ressalte que a imunização é a maior arma contra o vírus. “O nosso objetivo é poder auxiliar o governo a cumprir todas as etapas do plano e começar, o mais rápido possível, a imunização do nosso povo. A meta é vacinar toda a população. Acredito que, voluntariamente, as pessoas devem procurar o serviço de saúde”, assinalou.

Logística

Para Delmasso, é necessário acompanhar a capacidade logística da rede pública. “Até porque há mais de três milhões de pessoas que precisam ser imunizadas, para que a gente possa declarar logo a saída da pandemia no DF”, pontuou.

CONTATO
ANTENADOS@ANTENADOS.COM.BR

(61) 98649-0522