segunda-feira , 27 de setembro de 2021

Estudantes Na Final De Mostra Internacional De Ciências

Alunos do Centro de Ensino Médio Integrado do Gama participam com projetos sobre tecnologia, leitura e engenharia na Mostratec, que chega à 19ª edição

Projeto Metodologias de Ensino com o Uso de TIC’s no Ensino Médio é um dos finalistas | Foto: Divulgação

Três projetos de estudantes do Centro de Ensino Médio Integrado do Gama (Cemi) são finalistas na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), neste ano realizada em Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul. A edição de 2020 está em curso virtualmente, de 9 a 10 de dezembro, com votações pelo site da Mostratec, uma das principais feiras do gênero do país.

Dois projetos dos alunos do Cemi disputam a votação popular na categoria Educação e Humanidades. Um é o Metodologias de Ensino com o Uso de TIC’s (Tecnologias da Informação e Comunicação) no Ensino Médio. O outro tem o tema Metodologias de Leitura em Sala de Aula: Caminhos para o Hábito da Leitura.

“É Muito Gratificante Ver O Fruto Da Iniciação Científica Aqui No Cemi, Que É Um Projeto Que A Gente Já Desenvolve Há Vários Anos, Com Três Trabalhos Selecionados Para A Mostratec, Uma Das Feiras Mais Importantes Do País” Carlos Lafaiete, Diretor Do Cemi Gama

Metodologias de Ensino com o Uso de TIC’s no Ensino Médio foi elaborado pelos estudantes Pedro Bulhões, Pedro Zago e Igor Rocha. O projeto mostra que óculos de realidade virtual ou de realidade virtual aumentada podem ser utilizados como técnica eficaz de memorização e aprendizado.

“A pirâmide do conhecimento feita a partir do experimento de William Glasser mostra que a maior parte do conhecimento é abstraído a partir do assistir, do ver e do fazer. Assim, o tema que o aluno teve em sala de aula é colocado em prática”, conta Pedro Zago.

Inovação em sistemas de monitoramento de cisternas é uma das ideias campeãs de alunos do Cemi Gama | Foto: Divulgação

No experimento, um óculos de realidade virtual foi acoplado a um celular com o vídeo sobre o mesmo tema que os alunos aprenderam em aula. Depois, uma pesquisa foi feita com estudantes e constatou que o entendimento sobre o assunto da aula foi maior com a utilização dessa tecnologia como ferramenta de aprendizagem.

O projeto do trio deseja incentivar o uso das TICs para melhorar e maximizar o processo de aprendizagem. “É muito gratificante ver o fruto da iniciação científica aqui no Cemi, que é um projeto que a gente já desenvolve há vários anos, com três trabalhos selecionados para a Mostratec, uma das feiras mais importantes do país”, destaca o diretor do Cemi Gama, Carlos Lafaiete.

Incentivo à leitura para crianças

As autoras do Metodologias de Leitura em Sala de Aula desenvolveram uma pesquisa sobre pedagogias que colaborem com o incentivo à leitura de forma dinâmica para crianças em fase de alfabetização. As estudantes Larissa de Fátima, Luiza Vergine e Samara Elonim D’Ávila de Carvalho fizeram uma pesquisa com professoras de uma escola da rede pública e constaram técnicas mais eficientes para despertar o interesse pela leitura.

Larissa de Fátima: “Percebemos, a partir das pesquisas realizadas, que existem várias formas de tornar a leitura uma atividade mais interessante” | Foto: Divulgação

“Percebemos, a partir das pesquisas realizadas, que existem várias formas de tornar a leitura uma atividade mais interessante, tais como leitura em grupo, utilização de fantoche e interpretação de textos, entre outras”, conta a estudante Larissa de Fátima.

A pesquisa concluiu que é benéfico despertar o interesse pela leitura logo no início do processo de alfabetização, já que é um hábito importante de estímulo para a imaginação e uma chave para a criatividade.

Monitoramento de água em cisternas

Um terceiro projeto do Cemi participa da votação na categoria Engenharia Eletrônica da Mostratec, intitulado DisCis: Uma Solução Moderna para o Antigo Problema de Monitoramento do Nível de Água em Cisternas.

Em algumas regiões da cidade do Gama, o uso de cisternas é comum devido à indisponibilidade do serviço de distribuição de água potável. Isso exige constante controle da quantidade de água disponível por meio de técnicas rudimentares que podem ser inseguras, imprecisas e, ainda, contaminar a água.

Pensando em uma solução criativa para o problema, os alunos Luigi Gallo, Kauã Vieira e Wander de Castro desenvolveram um dispositivo para monitoramento de água em cisternas. Ele utiliza um aparato microcontrolador associado a um sensor ultrassônico e um módulo bluetooth, para comunicação com um celular ou tablet, que indica o nível de água. Esse sistema pode ser utilizado com facilidade pelos usuários das cisternas.

Importância da Mostratec

Em sua 19ª edição, a Mostratec tem o objetivo de promover a iniciação científica entre os jovens, por meio do estímulo à pesquisa, e desenvolver produtos e soluções que são apresentadas para empresas e setores acadêmicos.

Os projetos dos estudantes do DF concorrem com os de alunos de instituições públicas e privadas de todas as regiões do Brasil e de mais 20 países, como Turquia, México, Cazaquistão e Índia. Com informações da Secretaria de Educação

CONTATO
ANTENADOS@ANTENADOS.COM.BR

(61) 98649-0522