sexta-feira , 22 de outubro de 2021

Parque Das Copaíbas Vai Se Tornar Modelo Para Trilheiros

Unidade receberá pontos de apoio e sinalização com inauguração prevista para a Semana do Meio Ambiente

Uma unidade de conservação com trilha modelo. É isso que deve se tornar o Parque Distrital das Copaíbas, localizado no Lago Sul. O Instituto Brasília Ambiental, por meio de sua Unidade de Educação Ambiental (Educ) e de sua Superintendência de Unidades de Conservação, Biodiversidade e Recursos Hídricos (Sucon), não está medindo esforços para concretizar este projeto, que está sendo desenvolvido com recursos de compensação ambiental.

Já a sinalização informativa conta com o apoio das associações Preserva-26 e Amor-28. A perspectiva é que a inauguração ocorra no início de junho, na Semana Nacional do Meio Ambiente. O chefe da Educ, Marcus Paredes, conta que as obras no Copaíbas estão em estágio avançado.

“Estamos qualificando aquela trilha com oito pontos de apoio, e revitalizando a sinalização com inclusão de novas placas. A nova sinalização será tanto informativa como educativa. O Copaíbas será um parque modelo, e vai inspirar o trabalho que faremos nas outras unidades”, explica.

A trilha do Copaíbas tem 4.2 km e nela o caminhante pode encontrar espécies do cerrado muito bem preservadas, campo e mata de galeria, como também poços, nascentes e uma pequena cachoeira, entre outros atrativos | Foto: Divulgação/Instituto Brasília Ambiental

A trilha do Copaíbas tem 4.2 km e nela o caminhante pode encontrar espécies do cerrado muito bem preservadas, campo e mata de galeria, como também poços, nascentes e uma pequena cachoeira, entre outros atrativos. “Os pontos de apoio vão permitir um descanso para quem a explora e a possibilidade de contemplação da natureza local”, ressalta Paredes.

Em paralelo com a revitalização da trilha que está sendo feito no Copaíbas, a Educ está buscando recursos para sinalizar as trilhas de mais seis unidades de conservação, que são o Parque Ecológico Veredinha (Brazlândia) e as unidades de conservação integrantes do Programa Parque Educador: Três Meninas (Samambaia), Águas Claras, Saburo Onoyama (Taguatinga), Sucupira (Planaltina), Riacho Fundo, e o Monumento Natural Dom Bosco (Lago Sul).

 

 

 

 

 

 

 

Nessas unidades a Educ está trabalhando, com apoio dos professores do Parque Educador, visitando as trilhas para verificar a existência e as condições delas. O objetivo é o de receber visitas de estudantes e professores, sendo palco de aulas práticas do programa. A equipe aproveita o momento atual, em que a execução do programa está ocorrendo de forma virtual, devido à pandemia, e que, ao mesmo tempo, os parques estão abertos.

“Estamos mapeando as trilhas existentes, prevendo a instalação de placas educativas, informativas e direcionais para sinalização delas, de forma a torná-las ferramentas de utilização pelos professores para o atendimento aos alunos.”, explica a analista ambiental, Mariana Ferreira dos Anjos.

Outras melhorias

Além dessas iniciativas, que são referentes à estruturação das trilhas, também estão previstos para o Parque Distrital das Copaíbas a implantação de uma guarita de vigilância com banheiros, um pergolado ao ar livre, um conjunto de lixeiras e um conjunto de bancos com encosto. Estes itens serão viabilizados com recursos oriundos de compensação ambiental e deverão ser implementados ao longo deste ano.

* Com informações do Instituto Brasília Ambiental

CONTATO
ANTENADOS@ANTENADOS.COM.BR

(61) 98649-0522