domingo , 26 de junho de 2022

Trabalho dos rodoviários na pandemia é reconhecido

Doze mil profissionais da categoria foram homenageados em festa, com corte de cabelo, massagem e café da manhã

O governador Ibaneis Rocha se reuniu com centenas de rodoviários no Terminal da Asa Sul (TAS), nesta quinta-feira (26), para agradecer o trabalho desses profissionais que, assim como outros, não pararam durante a pandemia e permitiram que o Distrito Federal continuasse funcionando.

Durante o evento, o governador Ibaneis Rocha destacou: “Agradeço aos rodoviários por tudo o que fizeram e por tudo o que fazem” | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

“Esse período de pandemia nos deixou tristes e afastados”, declarou o governador. “As nossas decisões foram no sentido de manter a renda e o emprego. A nossa decisão foi de manter a frota operando 100% para manter os empregos. Tivemos casos em outros estados de demissões por conta da diminuição de passageiros, mas aqui nós mantivemos a frota operando para manter o emprego e a renda. Tenho orgulho de dizer que, em três anos de governo, não passamos por nenhuma greve, e isso é sinal de diálogo e trabalho. Agradeço aos rodoviários por tudo o que fizeram e por tudo o que fazem.”

O DF conta com 12 mil rodoviários trabalhando no transporte público. Esses profissionais são responsáveis pelo deslocamento de mais de 1,2 milhão de pessoas, o que reforça a importância do serviço.

“É dia de valorização a todos esses profissionais que não pararam durante a pandemia”, ressaltou o secretário de Transporte e Mobilidade, Valter Casimiro. “Tão importantes quanto os médicos e enfermeiros são os motoristas e cobradores, que não deixaram a cidade parar. Conseguimos manter a frota 100% operando e a cidade em funcionamento.”

Durante o evento, o presidente do Sindicato dos Rodoviários, João Osório, agradeceu o empenho da categoria e do governo: “Os empregos preservados, os direitos garantidos, o transporte, tudo foi mantido de forma ininterrupta. O momento mais dramático da pandemia foi superado. Superamos bem, tivemos perdas, mas isso foi minimizado ao máximo possível. O sindicato não deixa de reconhecer o papel importante que o GDF teve com a nossa categoria”.

Rodoviário há 20 anos, o motorista Héverton Silva gostou da ação e aproveitou o café da manhã e a massagem oferecida aos interessados durante a ação. “Comecei como lavador, fui cobrador e hoje sou motorista”, contou. “É um trabalho cansativo, mas satisfatório. E ter atividades assim é gratificante por ver o reconhecimento do Estado”.

CONTATO
ANTENADOS@ANTENADOS.COM.BR

(61) 98649-0522